terça-feira, 1 de outubro de 2013

SOBRE O TRABALHO COM LEITURA COMPARTILHADA*

*Neste artigo cito algumas partes de textos divulgados no blog e na apostila de estudos da Escola da Vila.

O que seria leitura compartilhada?[i]
Acompanhar, em seu próprio exemplar, a leitura de um título a ser feita pelo professor. 

Porque leitura compartilhada?
As leituras compartilhadas destacam-se como situações favoráveis à reflexão e à discussão sobre o lido. São momentos dedicados à apreciação, à troca de impressões e opiniões e ainda à análise de elementos literários, entre eles, o papel de narrador, as mudanças vividas por um personagem central, as motivações de personagens para determinadas atitudes, a linguagem usada pelo autor para se referir a um evento ou mesmo para descrever personagens e situações, o tempo em que se passa a historia e o tempo em que é contada, etc.
As leituras compartilhadas, assim como os demais espaços destinados ao contato com a literatura, contribuem para a participação dos alunos numa comunidade escolar de leitores, na qual avançam não apenas em suas competências para enfrentar obras e autores diversos, mas também em suas possibilidades de refletir, analisar e argumentar.

O papel do professor
Para que ampliem suas possibilidades de compreensão e apreciação é fundamental que contem com a mediação do professor, que tem a função de favorecer e instigar a observação de aspectos da obra que passariam despercebidos e que se colocam como necessários para a atribuição de sentidos e significados. 

Para saber mais...[ii]
  • Compreender de forma segura que a leitura compartilhada é a base da formação de leitores.
  • Reconhecer a importância desse espaço de leitura que procura solucionar dois problemas que enfrentamos: a falta da leitura familiar e o ensino baseado na leitura de um acervo reduzido de obras cuja interpretação é monopolizada pelo professor.
  • Compartilhar com entusiasmo, a construção de significado, as conexões estabelecidas entre os livros.
  • Compartilhar leituras nos primeiros anos de vida duplica a possibilidade de tornar-se um leitor; falar sobre livros com as pessoas que o rodeiam é o fator que mais se relaciona com a permanência de hábitos de leitura.
  • Compartilhar é importante porque possibilita o leitor beneficiar-se da competência dos outros para construir o sentido e obter o prazer de entender melhor os livros. Também permite experimentar a literatura em sua dimensão socializadora, fazendo com que a pessoa se sinta parte de uma comunidade de leitores com referências e cumplicidades múltiplas.
  • Selecionar livros que, ao serem compartilhados, ofereçam alguma dificuldade ao leitor para que valha a pena investir neles o tempo escolar.
  • Implica um esforço de construção dos alunos.
  • Compartilhar as leituras não apenas estabelece vínculos entre os leitores de alguns livros em um momento determinado, como nos conecta com sua tradição cultural. A escola deve velar para que assim seja, já que as novas gerações têm direito a não ser despojadas da herança literária da humanidade. Sem ela, as crianças se acham condenadas, como Peter Pan, a viver em um lugar de eterno presente, em que tudo se esquece de imediato.
OBJETIVOS
  • Ampliar esse apropriar do vocabulário e de expressões típicas
  • Desenvolver o prazer pela leitura
  • Aprender a manusear o livro (índice e páginas)
  • Acompanhar a leitura
  • Ampliar o repertório literário
  • Compartilhar experiências leitoras
  • Confrontar interpretações
  • Estabelecer relações com outros textos
  • Ouvir com atenção a leitura
  • Identificar características típicas deste tipo de texto
ENCAMINHAMENTOS:
  • Formular previsões sobre o texto a ser lido.
  • É possível fazer paradas estratégicas para discutir a história e fazer previsões. Pare num momento de clímax da história. Converse com os alunos sobre como imaginam que a história vai continuar.
  • Formular perguntas sobre o que foi lido.
  • Com que tipo de história eles relacionam a do livro? Eles se lembram de alguma outra história parecida com ela? Qual?
  • Esclarecer possíveis dúvidas sobre o texto.
  • Abrir para ouvir as interpretações, como cada um compreendeu
  • Resumir as ideias do texto.
  • Relações entre texto e imagens
ORIENTAÇÕES:
  • Informe aos alunos que eles vão ler uma história, de forma compartilhada. A leitura será feita com o objetivo de aprender e, também, por prazer.
  • Combine com os alunos a data em que todos devem ter o livro.
  • Combine quantas vezes por semana acontecerá a leitura.
  • Falar um pouco sobre o autor e apresentar o livro
  • Ler o título do livro e fazer com os alunos uma exploração da ilustração da capa.



[i] Fonte: LUIZE, Andrea. A leitura compartilhada nas classes de fundamental I. Disponível em http://www.vila.com.br/blog/?p=3033 acesso em 29-9-2013

[ii] Fonte: VILA, Centro de estudos. Intervenções do professor nas situações de leitura compartilhada nas classes de Fundamental I. São Paulo, 2012.