domingo, 4 de novembro de 2012

RODA DE BIBLIOTECA na Educação Infantil e 1º ano.


As crianças têm acesso a empréstimos de livros na biblioteca semanalmente. A professora seleciona os livros previamente para apresentá-los ou os alunos têm livre opção de escolha.
O grupo é responsável pela organização do espaço utilizado e também no cuidado em colocar sua carteirinha e guardar o livro na caixa de empréstimos. Em algumas escolas anota-se o número do tombo e ainda em outras o empréstimo é informatizado.
Quem não traz o livro para a troca no dia, pode escolher o que gostaria de levar e o livro fica separado na classe.
Desde pequeninas as crianças sao incentivadas a cuidar dos livros: não amassar, não riscar, cuidar do local onde será colocado o livro, não jogar, não pisar em cima, não colocar na boca etc.
Este artigo traz um resumo sobre como podem acontecer as rodas de biblioteca focando na diversidade de encaminhamentos, pela necessidade de abordar vários aspectos do processo leitor. 

Objetivos gerais[i]
  • Ampliar o repertório literário
  • Interagir com livro de maneira prazerosa reconhecendo-o como fonte de múltiplas informações e entretenimento
  • Compartilhar experiências leitoras
  • Confrontar interpretações
  • Estabelecer relações com outros textos
 Objetivos específicos[ii]

  • Ampliar os conhecimentos acerca de um determinado autor, utilizando-os como critério de seleção na escolha dos livros a serem retirados e enriquecendo as possibilidades de antecipações e interpretações;
  • Ampliar os conhecimentos acerca de um determinado gênero, utilizando-os como critério de seleção na escolha dos livros a serem retirados e enriquecendo as possibilidades de antecipações e interpretações;
  • Conhecer diferentes ilustradores e ilustrações, compartilhando o efeito que uma ilustração produz, confrontando interpretações e considerando tais conhecimentos na seleção de livros;
  • Conhecer diferentes coleções, ampliando os conhecimentos acerca das características deste tipo de publicação e utilizando-os como critério de seleção na escolha dos livros a serem retirados.
 Tarefas do professor[iii]

  • Intervir no sentido de possibilitar que os alunos relacionem seus conhecimentos prévios com as informações que a leitura traz, apurando cada vez mais as previsões que realizam acerca de textos;
  • Dar oportunidades para que digam o que sabem e evidenciar as diferenças de interpretação;
  • Tornar observável a diversidade textual, vinculando texto e contexto: o que dizem e como dizem os diferentes gêneros textuais;
  • Atuar como modelo que amplia o repertorio argumentativo dos alunos, expondo seus próprios critérios e gostos como leitor experiente: realizando comentários pessoais sobre o que considera relevante num texto, explicitando seus critérios de escolha, lendo um trecho que aprecia e esclarecendo o motivo da escolha;
  • Garantir e promover a discussão dos “direitos imprescindíveis do leitor”: o direito de pular páginas, de não terminar o livro, de reler, de ler uma frase aqui e outra ali, de ler em voz alta, de calar.
 Intervenções

  • Explicitar para as crianças que cada um deve comentar, á sua maneira, mas não se trata de recontar a história.
  • Mediar os comentários quando necessário, atuar como modelo: “é um livro de medo, engraçado, triste...”, “fala sobre bichos, família, amizade...”, “quem de nossa sala gostaria de levar? Ou para quem você indicaria?...”
  • Pedir  para uma criança ajudar a outra que não está conseguindo falar sobre a história que levou: “quem mais já levou este livro e se lembra de algo interessante para comentar?”
  • Solicitar que tentem comentar um pouco sobre a narrativa sem se apoiar no livro, deixando-o fechado. Isso ajuda a não contar a história textualmente.
     Conteúdos

  • Atitudinais: ouvir e respeitar os comentários dos colegas, usufruir da leitura, desenvolver progressivamente a expressão oral, observar as diferentes maneiras de comentar as mesmas histórias.
  • Procedimentais: cuidar dos livros, responsabilizar-se com a ajuda dos pais, por algo que é de uso coletivo, escolher autonomamente algo para ler em casa.
  • Conceituais: conhecer os livros de diversos gêneros, ilustrações distintas, autores diferentes  etc. Saber o nome de alguns autores, títulos e/ou editoras.
     Algumas possibilidades de roda:
Conversar sobre os critérios para escolha dos livros – cada criança pode falar o seu;
Apreciar ilustrações – diferentes ilustradores, estilos, materiais utilizados, sintonia entre texto e    desenho;
  Apreciar autores – conhecer novos autores, modo de escrever de tal autor;
  Apreciar determinado gênero literário – roda de poesia, de histórias de medo, com bichos,de princesas, com repetições, coleções, contos de fadas, lendas, fábulas, cordel etc.

[i] Fonte: VILA, Centro de estudos da escola da. Momentos de prazer, apreciação e construção de conhecimentos sobre a Língua.
[ii] Fonte: VILA, Centro de estudos da escola da. Momentos de prazer, apreciação e construção de conhecimentos sobre a Língua.
 [iii]Fonte: VILA, Centro de estudos da escola da. Momentos de prazer, apreciação e construção de conhecimentos sobre a Língua.